Moda + artesanato
Programa de alta formação para profissionais da moda e do artesanato
De setembro a novembro de 2022
Dedique 30 horas
ao curso
Aulas gravadas + encontros online e ao vivo com as professoras
Desenvolva seu espírito crítico e analítico sobre o papel do artesanato na indústria da moda.
Conceitos fundamentais, lógicas de criação e produção, relação entre pessoas criadoras, produtoras e consumidoras.
Loro Piana
Lanifício de luxo que hoje pertencente ao grupo LVMH, é tradicional por manter técnicas e práticas históricas e artesanais no desenvolvimento de tecidos e peças em lã.
Bottega Veneta
A tradicional marca de acessórios de couro, usa o intrecciato, técnica muito antiga que é parte da essência de seu estilo, para identificar e renovar seus lançamentos a cada estação.
Dolce & Gabbana
Com origem na Sicília, região da Itália muito reconhecida por seus bordados e rendas, a Dolce & Gabbana mistura o sagrado e o profano em suas peças únicas, concebidas com muito trabalho manual.
O que você vai aprender
O objetivo deste curso é dar subsídios para a construção de uma indústria da moda que reconhece a importância e o papel do artesanato no setor. Com base em conceitos fundamentais sobre o artesanato e na lógica de operações do mundo contemporâneo, ao final do período de estudos você será capaz de disseminar ideias sobre moda mais éticas, sustentáveis, equilibradas e originais.
1
Artesanato e indústria
A atividade industrializada, que se fortaleceu no século 19, criou a separação entre o produto artesanal, o produto artístico e o produto industrial. Passamos a reservar um lugar muito especial para as artes, um lugar de destaque para a indústria e, ao longo de algum tempo, menosprezamos o artesanato. Atualmente, recuperando seu valor ele se torna uma das principais alternativas para a moda autoral, para a sustentabilidade e para a originalidade. Trataremos da consolidação desses valores de modo a poder entender qual é o papel que a atividade artesanal (na sua concepção e produção) pode assumir na indústria da moda contemporânea.
2
Moda, artesanato e antropologia
Quando falamos sobre o papel do artesanato na indústria, não podemos esquecer que ele é produzido por artesãos e artesãs que estão em estreito contato com o seu tempo e sua cultura. A inserção de suas atividades dentro da indústria da moda - veloz e industrial -, exige que reconsideremos o que esperar do ritmo desse trabalho, o valor que ele tem e qual é o papel de todas as pessoas envolvidas nele. Neste módulo, trataremos das relações humanas, entre empresas, designers e artesãos e artesãs.
3
Artesanato e apropriação cultural
Nos últimos anos a comunidade da moda tem sido alertada sobre os males causados pela apropriação indevida de elementos da cultura de povos ancestrais como tema ou inspiração para o lançamento de coleções. Ao longo de décadas muitas criações foram roubadas ao redor do planeta e se transformaram em peças, stylings, acessórios, estampas usadas por grandes marcas de moda globais que se apropriaram dessas referências sem nenhum crédito, retribuição e, inclusive, respeito. O Direito da Moda tem se debruçado sobre esse tema e, atualmente, podemos falar não só sobre o que é justo ou não fazer, mas, sobretudo, como construir uma reputação empresarial ligada aos direitos dos artesãos e artesãs e das comunidades e regiões.
4
Fashion Heritage: o patrimônio cultural e o valor do artesanato
O valor patrimonial da moda é um tema ainda pouco discutido e conhecido. Isso porque, são as marcas históricas e de longa tradição, normalmente lembradas por técnicas e matérias-primas locais, que exploram esse valor em sua comunicação e negócios. Discutiremos qual é a base do Fashion Heritage e seu poder na potencialização de culturas de moda locais e, também, como ele funciona dentro da teoria e história da moda.
5
O produto de moda artesanal
Um dos grandes problemas para colocar em prática o artesanato na indústria da moda é estabelecer os parâmetros de suas características. Como fazer com que o produto tenha bom acabamento, se alcance uma produção suficiente, se garanta a qualidade e todo o resto de requisitos que costumamos solicitar de um produto industrializado?
6
Design contemporâneo e artesanato
    É muito comum que pensemos que o artesanato deva ser algo sem renovação, ou seja, igual ao que era há centenas ou milhares de anos. Mas o encontro do artesanato com o mundo do design, mostra que não: que sua essência pode permanecer, mas as técnicas, materiais e funções podem ser renovadas, criando uma conexão forte com nossa sociedade. Falaremos então sobre o papel do artesanato dentro do design contemporâneo, sobre colaborações e contaminações.

    Edições anteriores
    Programa completo*
    17 de setembro
    sábado
    10h00 - 10h30
    17 de setembro
    sábado
    10h00 - 10h30
    Encontro de boas vindas
    Neste encontro introdutório com duração de 30 minutos, daremos as boas vindas aos participantes do curso. O objetivo é criar uma rede de relacionamento, explicar o funcionamento, tirar as dúvidas essenciais de acesso à plataforma e apresentar em detalhes o programa.
    17 de setembro
    sábado
    10h30 - 12h00
    17 de setembro
    sábado
    10h30 - 12h00
    Luz Neira García
    O artesanato no contexto da sociedade industrial
    Como surgiu o conceito de artesanato para definir um modo de criar, produzir e consumir artefatos, será o tema central do primeiro encontro. O objetivo é atribuir um lugar ao artesanato em nossa sociedade, que nos permita discutir seu valor e importância principalmente dentro da indústria da moda.
    Aula gravada
    On demand
    (30 minutos)
    Aula gravada
    On demand
    (30 minutos)
    Luz Neira García
    Premissas teóricas para entender a arte, o artesanato e o design
    Do ponto de vista estético, o artesanato passa a ser caracterizado e definido pela sociedade industrializada como algo antigo. Nesta aula, a intenção é mostrar como se consolidaram as discussões sobre o valor artístico, sobre a beleza e sobre o gosto dos artefatos artesanais e do design, no confronto do objeto artístico.
    24 de setembro
    sábado
    10h00 às 12h00
    24 de setembro
    sábado
    10h00 às 12h00
    Antonio Castro
    Do patrimônio à coleção de moda
    Teremos a presença de Antonio Castro, fundador da marca Foz, para mostrar exemplos e caminhos do uso do artesanato em coleções de moda.
    01 de outubro
    sábado
    10h00 às 12h00
    01 de outubro
    sábado
    10h00 às 12h00
    Helena Kussik
    Moda, artesanato e antropologia
    É por meio do afeto que construímos relações perenes - e o que isso tem a ver com moda e artesanato? Vamos pegar a estrada com a disposição de nos deixarmos afetar por outras realidades e a partir daí tecermos relações onde a alteridade seja o norte. Partindo de exemplos práticos, discutiremos as relações entre artesanato tradicional (com especial ênfase na produção têxtil) e a moda, suas formas criativas e produtivas, sob a perspectiva antropológica.
    08 de outubro
    sábado
    10h00 às 12h00
    08 de outubro
    sábado
    10h00 às 12h00
    Regina Ferreira
    Direito da moda e apropriação cultural
    Na moda, em razão de suas próprias características como efemeridade e
    sazonalidade, é comum e até esperado que os criadores bebam em fontes do
    passado, que observem as tendências e se inspirem em algo que já foi criado.
    Por outro lado, não são admissíveis a o plágio, a contrafação e a apropriação
    cultural. A linha tênue que separa esses conceitos, bem como os direitos, as
    violações intelectuais e a apropriação cultural na moda, são o pano de fundo da
    aula. O tema é de grande importância, já que, com a facilitação da
    comunicação global, houve aumento positivo de troca de informações, mas
    também abriu espaço para as usurpações, identificando-se, assim, uma série
    de casos práticos, os quais serão observados para fins de delineamento de
    possíveis indicadores de violações e instrumentos para a proteção e
    valorização intelectual do artesanato.
    Aula gravada
    On demand
    (45 minutos)
    Aula gravada
    On demand
    (45 minutos)
    Bruna Rigato
    Made in Italy, italianidade e artesanato
    A Itália é um país que possui uma marca internacionalmente reconhecível, que é o Made in Italy. Essa expressão sintetiza a ideia de italianidade, que conecta produtos a estilos de vida. Ela está presente na gastronomia, nos automóveis, no design de objetos e na moda entre outros. Na moda, seu grande diferencial - e que é o que a diferencia de outras denominações de origem -, é o papel do artesanato na construção dessa marca tratada como Fashion Heritage.
    Palestra internacional
    (30 minutos)
    Palestra internacional
    (30 minutos)
    Palestrante a confirmar
    Artesanato e moda italiana
    O palestrante convidado tratará da importância do artesanato na indústria da moda italiana.

    Data e horário
    a confirmar
    Data e horário
    a confirmar
    Palestrante a confirmar
    Artesanato e moda italiana
    Discutiremos ao vivo questões levantadas pelo palestrante na aula gravada. Este encontro será em italiano, mediado em português.
    22 de outubro
    sábado
    10h00 - 12h00
    22 de outubro
    sábado
    10h00 - 12h00
    Bruna Rigato
    O potencial da pesquisa na moda
    Explorando o conceito de patrimônio, será possível entender novos caminhos sobre como pesquisar o artesanato e trazer para a moda de forma inovadora e coerente.
    5 de novembro
    sábado
    10h00 - 12h00
    5 de novembro
    sábado
    10h00 - 12h00
    Winnie Bastian
    Artesanato e design contemporâneo
    A introdução de técnicas ou de elementos artesanais na cadeia do design já é observada há algum tempo, mas vem ganhando força de modo mais significativo recentemente como forma de criar produtos únicos e mais atraentes – uma espécie de "antídoto" em relação à frieza dos objetos industriais massificados. A partir de exemplos concretos (cases bem-sucedidos no Brasil e no mundo), analisaremos essa relação e as muitas possibilidades que surgem a partir dela.
    19 de novembro
    sábado
    10h00 - 12h00
    19 de novembro
    sábado
    10h00 - 12h00
    Adelia Borges
    Debate e encerramento
    Neste encontro que finaliza o curso, teremos a oportunidade de debater com Adelia Borges o papel que o artesanato pode ter na indústria da moda a partir dos tópicos tratados durante o curso: papel do artesanato na sociedade industrializada, valor econômico, social e artístico do artesanato, a dimensão humana do artesanato e o artesanato em sua relação com o design contemporâneo. Será uma sessão totalmente participativa, com Adelia respondendo às questões do grupo.
    Data e horário
    a combinar com os alunos
    Data e horário
    a combinar com os alunos
    Artesol
    Trabalho final promovido pela Artesol
    Os alunos terão a oportunidade de simular um trabalho prático e teórico em parceria com a Artesol. As mentoras serão Josiane Masson, coordenadora executiva da Artesol, e Helena Kussik, gestora de projetos, e o trabalho é colocar em prática ideias e soluções ligadas aos grupos da rede Artesol e coleções de moda.
    * O programa poderá ser alterado em caso de necessidade, mas o conteúdo e a carga horária sempre serão mantidos.
    Este curso é pra você se ...
    Você é um ou uma profissional que sempre está em busca de conhecimento
    Para quem é profissional de moda e quer ter mais propriedade e confiança quando o assunto é sustentabilidade.
    Você ainda é estudante ou profissional em formação
    Para quem está adquirindo conhecimento e precisa ter informações mais firmes sobre o artesanato e a moda para poder escolher caminhos de comunicação, valorização e criatividade.
    Você enxerga uma oportunidade de valorização do trabalho artesanal
    Para quem precisa ter mais argumentos e uma base mais sólida para promover o artesanato dentro da indústria da moda.
    Você quer entender a relação entre o artesanato e a moda
    Para quem trabalha ou estuda moda e precisa saber quais são as mudanças e atitudes que devemos tomar inserir o artesanato e as atividades artesanais em nossas marcas e coleções.


    QUEM É QUEM NESTE PROGRAMA EXCLUSIVO
    Gestão do programa
    Bruna Rigato
    Designer de formação com experiência no setor de luxo, tanto no Brasil quanto na Itália, trabalhou em marcas como Gucci e Moncler nas áreas de merchandising e desenvolvimento de materiais. Formada no Master de Fashion Direction e Product management no Milano Fashion Institute e Politecnico di Milano, onde desenvolveu sua tese sobre sustentabilidade nas marcas de luxo e participou do Youth Fashion Summit e Copenhagen Fashion Summit em 2016.
    Com a sua experiência, Bruna desenvolveu seu olhar para a inovação no mercado global, com foco em business, têxteis e sustentabilidade.
    Luz Neira García
    Formada em Artes Visuais (Belas Artes), com mestrado e doutorado realizados na USP, atua como designer têxtil e gráfica há mais de 30 anos e como docente universitária desde 2004, atuando em programas de graduação e pós-graduação na área de moda e design. Com uma pesquisa de alcance internacional que versa sobre o eurocentrismo e a visão sobre a América Latina na cultura de moda global, possui mais de 50 papers e artigos publicados e apresentados no Brasil e em outros países da América Latina, nos Estados Unidos e na Europa. Gestora acadêmica da Fashion For Future desde 2017 e editora da Revista Unsatisfashion.
    QUEM VEM COM A GENTE
    Conheça as personalidades que nos acompanham neste curso
    Adelia Borges
    Adélia Borges é crítica, historiadora de design e artesanato e curadora. É autora ou co-autora de 36 livros, entre eles Design + Artesanato: O Caminho Brasileiro, de 2011. De 2003 e 2007 foi diretora do Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Jornalista formada pela ECA-USP em 1973, colaborou com vários veículos de comunicação, com textos publicados em nove línguas. Palestrante frequente, já se apresentou em 22 países. Fez a curadoria de mais de 50 exposições no Brasil e no exterior. Em 2021, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).
    Adelia Borges
    Adélia Borges é crítica, historiadora de design e artesanato e curadora. É autora ou co-autora de 36 livros, entre eles Design + Artesanato: O Caminho Brasileiro, de 2011. De 2003 e 2007 foi diretora do Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Jornalista formada pela ECA-USP em 1973, colaborou com vários veículos de comunicação, com textos publicados em nove línguas. Palestrante frequente, já se apresentou em 22 países. Fez a curadoria de mais de 50 exposições no Brasil e no exterior. Em 2021, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).
    Helena Kussik
    Artesanato e antropologia
    Helena Kussik é formada em design de moda pela Universidade Estadual de Santa Catarina com mestrado em antropologia pela Universidade Federal do Paraná. Radicada em São Paulo, integra a equipe Artesol como articuladora e pesquisadora no projeto Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro. No último ano, aliou suas experiências e desejos, criando a ÓMANA, um espaço de pesquisa e design voltado para a valorização dos têxteis brasileiros, suas histórias, territórios e mestras.
    Regina Ferreira
    Artesanato e direito
    Advogada especialista em empresas de moda. Doutora e Mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo (USP). Coordenadora da pós-graduação em Fashion Law da Faculdade Santa Marcelina (FASM). Reconhecida como "Most Influential Voice of Fashion Law in Brasil - 2019" pelo Fashion Law Institute Istanbul. Pós-graduada em Moda e Criação pela Faculdade Santa Marcelina. Joalheria pelo SENAI.
    Winnie Bastian
    Artesanato e design
    Formada em Arquitetura pela Universidade Federal de Santa Catarina com mestrado em Moda, Cultura e Arte pelo Centro Universitário Senac SP, atua como jornalista especializada em design, arquitetura e interiores há mais de 20 anos. Foi chefe de redação da revista Arc Design (2000-2007) e editora das revistas L+D (2008-2010) e Casa Vogue (2011-2018). Atualmente produz conteúdo para o seu blog Design do Bom (criado em 2010) e realiza curadoria e consultoria em design. Foi uma das curadoras da DW! – Semana de Design de São Paulo em
    2019 e 2020.
    Antonio Castro
    Artesanato e produto
    Designer de produto e estilista, graduado pelo Centro Universitário Senac e pós-graduando em Empreendorismo e Gestão pela PUC - PR. Alagoano radicado em São Paulo, atua na criação de produto com foco no objeto artesanal a frente de sua marca além de outros projetos e iniciativas. Com olhar voltado para a identidade cultural de suas origens, seu repertório de trabalho valoriza o feito à mão nacional de mãos dadas aos artesãos do Brasil na construção de uma identidade autoral dentro da moda.
    Apoio:
    Diferenciais Fashion For Future
    Porque nós somos sua melhor escolha!
    Certificado
    internacional

    Único programa de moda em português estabelecido em Milão e que fornece um certificado internacional.

    Prestígio
    acadêmico

    Único curso liderado e formado por equipe multidisciplinar que tem experiência na formação em moda

    Visão global
    de mercado

    Único que possui um conceito dirigido ao mercado internacional e à

    cultura global de moda

    Valores e condições

    R$ 1296 (primeiras 5 matrículas)
    R$ 2377 (a partir da sexta matrícula)
    Todos os cursos podem ser pagos à vista (depósito ou boleto),

    por Paypal e por cartão de crédito (PagSeguro).

    Neste caso, é possível parcelar em até 12 vezes

    (consultar valor mínimo de cada parcela e condições especiais de parcelamento).

    INSCRIÇÃO
    Como o curso funciona
    Aulas


    São 6 módulos de aulas gravadas e aulas ao vivo, com aproximadamente 2 horas de duração cada.
    Materiais


    Vídeos de suporte e introdução aos temas e apostilas para download. Até 90 dias após o término do curso, você terá acesso ao portal do aluno e poderá rever os vídeos também.
    Datas


    O curso se desenvolverá prioritariamente aos sábados, das 10h00 às 12h00. Os palestrantes convidados poderão propor sua participação durante a semana, à noite. Caso você não esteja presente em algum momento, poderá assistir a aula gravada.
    Projeto


    Os participantes serão incentivados a criar e apresentar um projeto próprio, mas não é obrigatório.
    Entre em contato
    Você encontra a gente em Milão!
    hello@fashion-for-future.com
    Todo o conteúdo do site é de propriedade da Fashion For Future.
    Estamos localizadas em Milão, capital mundial da moda.
    Made on
    Tilda