Curadoria e vintage na moda
A emergência de novos ciclos de moda
De 4 a 25 de novembro de 2021
Dedique 20 horas
ao curso
Aulas gravadas + encontros online e ao vivo com as professoras
Desenvolva seu espírito crítico e analítico sobre o papel do artesanato na indústria da moda.
Conceitos fundamentais, lógicas de criação e produção, relação entre pessoas criadoras, produtoras e consumidoras.
Loro Piana
Lanifício de luxo que hoje pertencente ao grupo LVMH, é tradicional por manter técnicas e práticas históricas e artesanais no desenvolvimento de tecidos e peças em lã.
Bottega Veneta
A tradicional marca de acessórios de couro, usa o intrecciato, técnica muito antiga que é parte da essência de seu estilo, para identificar e renovar seus lançamentos a cada estação.
Dolce & Gabbana
Com origem na Sicília, região da Itália muito reconhecida por seus bordados e rendas, a Dolce & Gabbana mistura o sagrado e o profano em suas peças únicas, concebidas com muito trabalho manual.
O que você vai aprender
O objetivo deste curso é dar subsídios para a construção de uma indústria da moda que reconhece a importância e o papel do artesanato no setor. Com base em conceitos fundamentais sobre o artesanato e na lógica de operações do mundo contemporâneo, ao final do período de estudos você será capaz de disseminar ideias sobre moda mais éticas, sustentáveis, equilibradas e originais.
1
Artesanato e indústria
A atividade industrializada, que se fortaleceu no século 19, criou a separação entre o produto artesanal, o produto artístico e o produto industrial. Passamos a reservar um lugar muito especial para as artes, um lugar de destaque para a indústria e, ao longo de algum tempo, menosprezamos o artesanato. Atualmente, recuperando seu valor ele se torna uma das principais alternativas para a moda autoral, para a sustentabilidade e para a originalidade. Trataremos da consolidação desses valores de modo a poder entender qual é o papel que a atividade artesanal (na sua concepção e produção) pode assumir na indústria da moda contemporânea.
2
Moda, artesanato e antropologia
Quando falamos sobre o papel do artesanato na indústria, não podemos esquecer que ele é produzido por artesãos e artesãs que estão em estreito contato com o seu tempo e sua cultura. A inserção de suas atividades dentro da indústria da moda - veloz e industrial -, exige que reconsideremos o que esperar do ritmo desse trabalho, o valor que ele tem e qual é o papel de todas as pessoas envolvidas nele. Neste módulo, trataremos das relações humanas, entre empresas, designers e artesãos e artesãs.
3
Artesanato e apropriação cultural
Nos últimos anos a comunidade da moda tem sido alertada sobre os males causados pela apropriação indevida de elementos da cultura de povos ancestrais como tema ou inspiração para o lançamento de coleções. Ao longo de décadas muitas criações foram roubadas ao redor do planeta e se transformaram em peças, stylings, acessórios, estampas usadas por grandes marcas de moda globais que se apropriaram dessas referências sem nenhum crédito, retribuição e, inclusive, respeito. O Direito da Moda tem se debruçado sobre esse tema e, atualmente, podemos falar não só sobre o que é justo ou não fazer, mas, sobretudo, como construir uma reputação empresarial ligada aos direitos dos artesãos e artesãs e das comunidades e regiões.
4
Fashion Heritage: o patrimônio cultural e o valor do artesanato
O valor patrimonial da moda é um tema ainda pouco discutido e conhecido. Isso porque, são as marcas históricas e de longa tradição, normalmente lembradas por técnicas e matérias-primas locais, que exploram esse valor em sua comunicação e negócios. Discutiremos qual é a base do Fashion Heritage e seu poder na potencialização de culturas de moda locais e, também, como ele funciona dentro da teoria e história da moda.
5
O produto de moda artesanal
Um dos grandes problemas para colocar em prática o artesanato na indústria da moda é estabelecer os parâmetros de suas características. Como fazer com que o produto tenha bom acabamento, se alcance uma produção suficiente, se garanta a qualidade e todo o resto de requisitos que costumamos solicitar de um produto industrializado?
6
Design contemporâneo e artesanato
    É muito comum que pensemos que o artesanato deva ser algo sem renovação, ou seja, igual ao que era há centenas ou milhares de anos. Mas o encontro do artesanato com o mundo do design, mostra que não: que sua essência pode permanecer, mas as técnicas, materiais e funções podem ser renovadas, criando uma conexão forte com nossa sociedade. Falaremos então sobre o papel do artesanato dentro do design contemporâneo, sobre colaborações e contaminações.

    Programa completo*
    4 de novembro
    18h30 – 19h00
    4 de novembro
    18h30 – 19h00
    Encontro de boas vindas
    Neste encontro introdutório com duração de 30 minutos, daremos as boas vindas aos participantes do curso. O objetivo é criar uma rede de relacionamento, explicar o funcionamento, tirar as dúvidas essenciais de acesso à plataforma e apresentar em detalhes o programa.
    4 de novembro
    19h00 – 20h00
    4 de novembro
    19h00 – 20h00
    Luz Neira García
    O artesanato no contexto da sociedade industrial
    Como surgiu o conceito de artesanato para definir um modo de criar, produzir e consumir artefatos, será o tema central do primeiro encontro. O objetivo é atribuir um lugar ao artesanato em nossa sociedade, que nos permita discutir seu valor e importância principalmente dentro da indústria da moda.
    Aula gravada
    On demand
    (30 minutos)
    Aula gravada
    On demand
    (30 minutos)
    Luz Neira García
    Premissas teóricas para entender a arte, o artesanato e o design
    Do ponto de vista estético, o artesanato passa a ser caracterizado e definido pela sociedade industrializada como algo antigo. Nesta aula, a intenção é mostrar como se consolidaram as discussões sobre o valor artístico, sobre a beleza e sobre o gosto dos artefatos artesanais e do design, no confronto do objeto artístico.
    9 de novembro
    18h30 – 20h00
    9 de novembro
    18h30 – 20h00
    Helena Kussik
    Moda, artesanato e antropologia
    É por meio do afeto que construímos relações perenes - e o que isso tem a ver com moda e artesanato? Vamos pegar a estrada com a disposição de nos deixarmos afetar por outras realidades e a partir daí tecermos relações onde a alteridade seja o norte. Partindo de exemplos práticos, discutiremos as relações entre artesanato tradicional (com especial ênfase na produção têxtil) e a moda, suas formas criativas e produtivas, sob a perspectiva antropológica.
    11 de novembro
    18h30 – 20h00
    11 de novembro
    18h30 – 20h00
    Regina Ferreira
    Direito da moda e apropriação cultural
    Na moda, em razão de suas próprias características como efemeridade e
    sazonalidade, é comum e até esperado que os criadores bebam em fontes do
    passado, que observem as tendências e se inspirem em algo que já foi criado.
    Por outro lado, não são admissíveis a o plágio, a contrafação e a apropriação
    cultural. A linha tênue que separa esses conceitos, bem como os direitos, as
    violações intelectuais e a apropriação cultural na moda, são o pano de fundo da
    aula. O tema é de grande importância, já que, com a facilitação da
    comunicação global, houve aumento positivo de troca de informações, mas
    também abriu espaço para as usurpações, identificando-se, assim, uma série
    de casos práticos, os quais serão observados para fins de delineamento de
    possíveis indicadores de violações e instrumentos para a proteção e
    valorização intelectual do artesanato.
    Aula gravada
    On demand
    (45 minutos)
    Aula gravada
    On demand
    (45 minutos)
    Bruna Rigato
    Made in Italy, italianidade e artesanato
    A Itália é um país que possui uma marca internacionalmente reconhecível, que é o Made in Italy. Essa expressão sintetiza a ideia de italianidade, que conecta produtos a estilos de vida. Ela está presente na gastronomia, nos automóveis, no design de objetos e na moda entre outros. Na moda, seu grande diferencial - e que é o que a diferencia de outras denominações de origem -, é o papel do artesanato na construção dessa marca tratada como Fashion Heritage.
    Palestra legendada
    On demand
    (30 minutos)
    Palestra legendada
    On demand
    (30 minutos)
    Claudia D'Angelo
    Fashion Heritage e os arquivos de moda
    A palestrante internacional convidada, mostrará o potencial técnico e cultural nos arquivos históricos das empresas italianas, demonstrando como as marcas formam a própria identidade por meio do seu passado.
    Responsável pelos arquivos da Fondazione Fashion Research Italy, fundação que possui um patrimônio importante de arquivos para a pesquisa do Made in Italy, do Fashion Heritage e da identidade das marcas italianas, Cláudia apresentará alguns casos de marcas de moda italianas que souberam usar suas origens artesanais com a chave de seu sucesso.


    16 de novembro
    18h30 – 19h00
    16 de novembro
    18h30 – 19h00
    Claudia D'Angelo
    Fashion Heritage e os arquivos de moda
    Discutiremos ao vivo questões levantadas por Claudia na aula anterior, além de mostrar um novo case de estudo.
    16 de novembro
    19h15 – 20h00
    16 de novembro
    19h15 – 20h00
    Bruna Rigato
    O potencial da pesquisa na moda
    Explorando o conceito de patrimônio, será possível entender novos caminhos sobre como pesquisar o artesanato e trazer para a moda de forma inovadora e coerente.
    18 de novembro
    18h30 – 20h00
    18 de novembro
    18h30 – 20h00
    Winnie Bastian
    Artesanato e design contemporâneo
    A introdução de técnicas ou de elementos artesanais na cadeia do design já é observada há algum tempo, mas vem ganhando força de modo mais significativo recentemente como forma de criar produtos únicos e mais atraentes – uma espécie de "antídoto" em relação à frieza dos objetos industriais massificados. A partir de exemplos concretos (cases bem-sucedidos no Brasil e no mundo), analisaremos essa relação e as muitas possibilidades que surgem a partir dela.
    23 de novembro
    18h30 – 20h00
    23 de novembro
    18h30 – 20h00
    Luma Guarçoni
    Do patrimônio à coleção de moda
    A partir de um estudo de caso entenderemos uma metodologia de trabalho para a criação de coleções de moda que parte da pesquisa de técnicas artesanais tradicionais Brasileiras, passa pela conceituação, investigação de possibilidades, desenvolvimento de design e chega aos protótipos das peças e suas execuções. O caso serve para ilustrar desafios e oportunidades que o patrimônio cultural nos oferece para o desenvolvimento de produtos de moda autênticos e contemporâneos.
    25 de novembro
    18h30 – 20h00
    25 de novembro
    18h30 – 20h00
    Adelia Borges
    Debate e encerramento
    Neste encontro que finaliza o curso, teremos a oportunidade de debater com Adelia Borges o papel que o artesanato pode ter na indústria da moda a partir dos tópicos tratados durante o curso: papel do artesanato na sociedade industrializada, valor econômico, social e artístico do artesanato, a dimensão humana do artesanato e o artesanato em sua relação com o design contemporâneo. Será uma sessão totalmente participativa, com Adelia respondendo às questões do grupo.
    * O programa poderá ser alterado em caso de necessidade, mas o conteúdo e a carga horária sempre serão mantidos.
    Este curso é pra você se ...
    Você é um ou uma profissional que sempre está em busca de conhecimento
    Para quem é profissional de moda e quer ter mais propriedade e confiança quando o assunto é sustentabilidade.
    Você ainda é estudante ou profissional em formação
    Para quem está adquirindo conhecimento e precisa ter informações mais firmes sobre o artesanato e a moda para poder escolher caminhos de comunicação, valorização e criatividade.
    Você enxerga uma oportunidade de valorização do trabalho artesanal
    Para quem precisa ter mais argumentos e uma base mais sólida para promover o artesanato dentro da indústria da moda.
    Você quer entender a relação entre o artesanato e a moda
    Para quem trabalha ou estuda moda e precisa saber quais são as mudanças e atitudes que devemos tomar inserir o artesanato e as atividades artesanais em nossas marcas e coleções.


    QUEM É QUEM NESTE PROGRAMA EXCLUSIVO
    Gestão do programa
    Bruna Rigato
    Designer de formação com experiência no setor de luxo, tanto no Brasil quanto na Itália, trabalhou em marcas como Gucci e Moncler nas áreas de merchandising e desenvolvimento de materiais. Formada no Master de Fashion Direction e Product management no Milano Fashion Institute e Politecnico di Milano, onde desenvolveu sua tese sobre sustentabilidade nas marcas de luxo e participou do Youth Fashion Summit e Copenhagen Fashion Summit em 2016.
    Com a sua experiência, Bruna desenvolveu seu olhar para a inovação no mercado global, com foco em business, têxteis e sustentabilidade.
    Luz Neira García
    Formada em Artes Visuais (Belas Artes), com mestrado e doutorado realizados na USP, atua como designer têxtil e gráfica há mais de 30 anos e como docente universitária desde 2004, atuando em programas de graduação e pós-graduação na área de moda e design. Com uma pesquisa de alcance internacional que versa sobre o eurocentrismo e a visão sobre a América Latina na cultura de moda global, possui mais de 50 papers e artigos publicados e apresentados no Brasil e em outros países da América Latina, nos Estados Unidos e na Europa. Gestora acadêmica da Fashion For Future desde 2017 e editora da Revista Unsatisfashion.
    QUEM VEM COM A GENTE
    Conheça as personalidades que nos acompanham neste curso
    Adelia Borges
    Adélia Borges é crítica, historiadora de design e artesanato e curadora. É autora ou co-autora de 36 livros, entre eles Design + Artesanato: O Caminho Brasileiro, de 2011. De 2003 e 2007 foi diretora do Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Jornalista formada pela ECA-USP em 1973, colaborou com vários veículos de comunicação, com textos publicados em nove línguas. Palestrante frequente, já se apresentou em 22 países. Fez a curadoria de mais de 50 exposições no Brasil e no exterior. Em 2021, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).
    Adelia Borges
    Adélia Borges é crítica, historiadora de design e artesanato e curadora. É autora ou co-autora de 36 livros, entre eles Design + Artesanato: O Caminho Brasileiro, de 2011. De 2003 e 2007 foi diretora do Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Jornalista formada pela ECA-USP em 1973, colaborou com vários veículos de comunicação, com textos publicados em nove línguas. Palestrante frequente, já se apresentou em 22 países. Fez a curadoria de mais de 50 exposições no Brasil e no exterior. Em 2021, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).
    Helena Kussik
    Artesanato e antropologia
    Helena Kussik é formada em design de moda pela Universidade Estadual de Santa Catarina com mestrado em antropologia pela Universidade Federal do Paraná. Radicada em São Paulo, integra a equipe Artesol como articuladora e pesquisadora no projeto Rede Nacional do Artesanato Cultural Brasileiro. No último ano, aliou suas experiências e desejos, criando a ÓMANA, um espaço de pesquisa e design voltado para a valorização dos têxteis brasileiros, suas histórias, territórios e mestras.
    Regina Ferreira
    Artesanato e direito
    Advogada especialista em empresas de moda. Doutora e Mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo (USP). Coordenadora da pós-graduação em Fashion Law da Faculdade Santa Marcelina (FASM). Reconhecida como "Most Influential Voice of Fashion Law in Brasil - 2019" pelo Fashion Law Institute Istanbul. Pós-graduada em Moda e Criação pela Faculdade Santa Marcelina. Joalheria pelo SENAI.
    Winnie Bastian
    Artesanato e design
    Formada em Arquitetura pela Universidade Federal de Santa Catarina com mestrado em Moda, Cultura e Arte pelo Centro Universitário Senac SP, atua como jornalista especializada em design, arquitetura e interiores há mais de 20 anos. Foi chefe de redação da revista Arc Design (2000-2007) e editora das revistas L+D (2008-2010) e Casa Vogue (2011-2018). Atualmente produz conteúdo para o seu blog Design do Bom (criado em 2010) e realiza curadoria e consultoria em design. Foi uma das curadoras da DW! – Semana de Design de São Paulo em
    2019 e 2020.
    Luma Guarçoni
    Artesanato e produto de moda
    Graduada em Fashion Design and Marketing pela Central Saint Martins em Londres. Já estudou e trabalhou em Miami, Nova Iorque, Londres, Paris e Milão aprendendo sobre diversos âmbitos da indústria da moda. Desde de 2018 vem desenvolvendo uma pesquisa sobre o artesanato brasileiro de raiz e investigando as possibilidades de reinterpretação. Essa pesquisa culminou no seu projeto de graduação em 2021, 'An Ode to the Gambiarra', uma coleção de moda que busca recontextualizar técnicas artesanais no espaço da alta moda.
    Apoio:
    Diferenciais Fashion For Future
    Porque nós somos sua melhor escolha!
    Certificado
    internacional

    Único programa de moda em português estabelecido em Milão e que fornece um certificado internacional.

    Prestígio
    acadêmico

    Único curso liderado e formado por equipe multidisciplinar que tem experiência na formação em moda

    Visão global
    de mercado

    Único que possui um conceito dirigido ao mercado internacional e à

    cultura global de moda

    Valores e condições

    R$ 1212 (primeiras 5 matrículas)
    R$ 2221 (a partir da sexta matrícula)
    Todos os cursos podem ser pagos à vista (depósito ou boleto),

    por Paypal e por cartão de crédito (PagSeguro).

    Neste caso, é possível parcelar em até 12 vezes

    (consultar valor mínimo de cada parcela e condições especiais de parcelamento).

    INSCRIÇÃO
    O que falam sobre nós
    A mais completa e diversificada plataforma brasileira com conteúdo de moda de qualidade pensado para o mercado de moda global.
    Gosto muito dos cursos da Fashion for Future. São regados a muita informação e também o que o mercado exige no momento. Os cursos são bem focados em situações que vivenciamos na prática. Gosto muito da metodologia utilizada. Tudo passado com muita didática e responsabilidade. A equipe é incrível e extremamente organizada. Virei fã. Faço todos os cursos possíveis.
    Clarissa, aluna da Fashion for Future
    Trabalho sério e muito rico em conhecimento. A Bruna e a Luz têm uma didática ótima, e ensinam tudo com muita propriedade.
    Camila, aluna da Fashion for Future
    Como o curso funciona
    Aulas


    São 6 módulos de aulas gravadas e aulas ao vivo, com aproximadamente 1h30 de duração cada.
    Materiais


    Vídeos de suporte e introdução aos temas e apostilas para download. Até 90 dias após o término do curso, você terá acesso ao portal do aluno e poderá rever os vídeos também.
    Datas


    Terças e quintas durante o mês de novembro de 2021. As aulas ao vivo serão ministradas das 18h30 às 20h30. Caso você não esteja presente em algum momento, poderá assistir a aula gravada.
    Projeto


    Os participantes serão incentivados a criar e apresentar um projeto próprio, mas não é obrigatório.
    Entre em contato
    Você encontra a gente em Milão!
    hello@fashion-for-future.com
    Todo o conteúdo do site é de propriedade da Fashion For Future.
    Estamos localizadas em Milão, capital mundial da moda.
    Made on
    Tilda